SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS BANCÁRIOS
DE LAGES E REGIÃO
20/02/2019 - UM ANO PERDIDO, PIB APONTA AVANÇO DE APENAS 1,1% NA ECONOMIA EM 2018
20/02/2019
UM ANO PERDIDO, PIB APONTA AVANÇO DE APENAS 1,1% NA ECONOMIA EM 2018

Para coordenador do indicador da FGV, número foi muito abaixo do previsto e marca um ano perdido (Daniela Amorim,)

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,1% no ano de 2018, apontou o Monitor do PIB, divulgado nesta terça-feira, 19, pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV). Segundo a entidade, o resultado é uma constatação de que o ano foi perdido.

O Monitor do PIB antecipa a tendência do principal índice da economia com base nas mesmas fontes de dados e metodologia empregadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável pelo cálculo das Contas Nacionais. O resultado oficial do PIB de 2018 será divulgado no dia 28.

O coordenador do Monitor do PIB-FGV, Claudio Considera, lembra que o avanço foi muito abaixo do previsto no início do ano. Para ele, o desempenho é decepcionante, levando-se em consideração que houve dois anos consecutivos de forte retração econômica, em 2015 e 2016, seguidos de um início de recuperação, em 2017, com trajetória ascendente. “A economia ainda não se recuperou da recessão iniciada em 2014. Saiu da recessão, mas ainda não se recuperou.”

A forte incerteza que permeou a economia, provocada pela greve dos caminhoneiros e pelo período eleitoral, influenciou o resultado. “Foi um ano perdido”, avaliou Considera.

Apesar do baixo crescimento, todos os componentes da demanda avançaram em 2018. As exportações foram o único componente a crescer menos do que em 2017. Pela ótica da oferta, apenas as atividades de construção (-2,4%) e serviços de informação (-0,1%) tiveram retração em relação a 2017.

No quarto trimestre de 2018, o PIB ficou estagnado em relação ao terceiro trimestre (0,0%). Na comparação com o quarto trimestre de 2017, houve avanço de 1,0%. A indústria, porém, encolheu em ambas as comparações, ressaltou a FGV.

“Há vários indicadores antecedentes para janeiro (de 2019) que não são bons”, lembrou Considera, citando a queda na produção de automóveis e no consumo de papel ondulado. (Fonte: Estadão)

 
  • SANEI KNOLL DA SILVA | 01/10

  • TEREZINHA AP. PATEL | 04/10

  • GISELE RIBEIRO ALVES | 07/10

  • JOSE CORREIA FERNANDES | 08/10

  • GILSON DE SOUZA AMORIN | 08/10

  • MARIO FERREIRA MAINES | 08/10

  • CARLOS ROBERTO MACHADO | 09/10

  • EDERLIZE BEATRIZ PAES SÁA | 11/10

  • RODRIGO CESAR CASCAES | 11/10

  • LUIZ EXPEDIDO DE OLIVEIRA LIMA | 13/10

  • FELIPE KRAEMER | 15/10

  • FRED ZASTROW | 18/10

  • GUSTAVO CRISTIANO WESENDONCK | 18/10

  • MARIA CECILIA RAMOS OLIVEIRA | 19/10

  • GREISY AP. PETERS | 19/10

  • ELISANGELA BELO | 19/10

  • CLAUDIO ABEL PEREIRA | 21/10

  • ELISA B. B. ZEREDO | 23/10

  • EDUARDO TCATCH | 25/10

  • CARLOS ALBERTO PORTIGLIOTI | 27/10

  • SUZINNY CAMILA DE SOUZA | 28/10

  • JANAINA SARI MENDES | 30/10



BASE TERRITORIAL
FILIADO A

LAGES, Anita Garibaldi, Abdon Batista, Bom Jardim da Serra, Campo Belo do Sul, Celso Ramos, Urupema, São Joaquim, Curitibanos, Otacílio Costa, Santa Cecília, Correia Pinto, São José do Cerrito, Ponte Alta

Todos os Direitos Reservados 2012
SEEB LAGES E REGIÃO | Desenvolvido por Getsystem
Rua Baependi, 183 - CENTRO, LAGES/SC CEP 88502-140